terça-feira, 28 de julho de 2015

Tertúlia do felt


Felting

Uma bolinha de lã virgem colorida, água e sabão, alguma criatividade e imaginação!

São apenas os ingredientes necessários para uma tarde divertida e a realização de um projeto que poderá ser o início de um novo ciclo das suas artes manuais, onde poderá usar toda a sua fantasia.

O processo de feltragem (tradução em português) é um processo muito antigo usado há milhares de anos, e por muitas e diferentes culturas orientais e ocidentais. Dada a sua versatilidade tornou-se, nos dias de hoje, uma moda.

Resistente, confortável e quente nos dias de frio, de um simples botão, colar, cachecol, sacos e malas, pantufas, marcador ou capa de livros, vestuário até um quadro de parede ou uma carpete, o mundo do felting é vasto e repleto de opções à nossa frente e até onde nos levar a imaginação. Nos sites na net, ou em livros sobre o tema, a ajuda é grande nos dias de hoje.

O felting é, na verdade, uma mania - económica, ecológica e divertida onde todo o desperdício de lá virgem é aproveitado. Espero que se divirtam tanto como eu!
 
 
 
A Tertúlia

Este grupo teve a sua génese no passado ano, após alguns desafios e uma vontade imensa de por as mãos na água e no sabão, literalmente.
 
Em cada sessão poderá haver um tema específico ou uma peça de livre escolha de cada participante.
No final de cada sessão cada participante vai sair com uma peça completa e única de arte. Cada peça assim feita, manualmente, jamais pode ser repetida. Iremos explorar Merino e outras lãs e ou fibras e combiná-los com outros materiais.
 
Nestes encontros faz-se uma primeira introdução ao processo de feltragem e às técnicas aplicadas. Numa segunda fase haverá sessões para mais avançados com a aplicação das técnicas e modelação para peças mais complexas.

Cada projeto será sempre diferente e único explorando algo novo. Uma das grandes vantagens do felting é que não haverá nunca duas peças iguais.

A tertúlia ocorre, de momento, em alguns espaços em Lisboa e em Alcochete, sendo o calendário das sessões e os locais afixados.
 
Neste blogue irão sendo postadas novas informações no decorrer das sessões. Visite-nos periodicamente.

Para mais informações e ou horários e locais dos próximos eventos não hesite em nos contactar. envie-nos os seus comentários e sugestões.



Sobre mim

Nasci (nos anos 50) entre lãs e linhas. Nos meus primeiros anos as lãs e as linhas foram-se entrelaçando com chávenas de chá, conversa e bolos com pais e avós e amigos de ambos.

Na adolescência as agulhas dormitaram nas suas caixas não reclamando muito e aí ficaram até eu ser mãe. Para a minha filha retomei as agulhas durante alguns anos, até que as preferências e a idade dos jovens requeriam outras artes e modas.

E mais uma vez as agulhas regressaram à sua caixa. Por longos anos. Até surgirem os netos e a reforma. 

A vontade e o gosto adormecidos tiveram um impacto tão grande que comecei por tricotar, mais ou menos, compulsivamente. A minha biblioteca de tricot e felting ganhou consistência e passou a ter lugar privilegiado na minha estante. O arquivo de agulhas e acessórios também. E as lojas de lás recomeçaram a ter um encanto muito forte e irresistível, sobre mim. Nelas me perco durante horas, aumentando substancialmente o meu o stock.

E o felting apareceu na minha vida quando comprei algumas peças num mercado de Natal em Gottingen, Alemanha, em 2005. O deslumbramento por este tipo de trabalho, as suas possibilidades e composições possíveis e variadas começaram a ganhar corpo dentro de mim. Graças à minha amiga Mia – a quem devo a grande ajuda, paciência e ensino da técnica – aventurei-me a fazer algumas peças numa iniciação longa e com algumas interrupções.

E tudo na vida comigo começa assim, devagar, entranhando e deleitando-me sempre com o que faço. Gosto de sentir o prazer de viver de uma forma alegre e especialmente intensa. 

Até breve!
Fátima de Haan

 
 
 

6 comentários:

Cristina Santos disse...

Com a reforma à vista, e enquanto as artroses deixarem, está a regressar a vontade do tricot, crochet, bordados. A culpa é do facebook e outros links que me mostram coisas incríveis desde sapatos (estou fascinada...), mantas, casacos, meias tudo tão cheio de cor e que me traz a saudade de, tal como a Fátima, recordar os tempos da infância e juventude em que me deliciava a "tirar amostras"- perceber e resolver a complexidade da coisa - pois peças completas, tipo casacos, etc., ficavam sempre a meio.
Mãos à obra! estou cansada de papéis estéreis, sem cor, cinzentos, sem imaginação.
Abraços
Cristina Santos

Justina Mendes disse...

Muito interessante este blogue, resido em Elvas e gostava de aprender. Felicidades.

Fatima de Haan disse...

boa noite Cara Justina Mendes. Obrigada pelos seus comentários.
Queira contactar os locais onde se realizam as Tertúlias (ver blogue, lado direito) e deixe o seu contacto, para que a possamos contactar de seguida.
Até breve
Fátima de Haan

Ines Mirra disse...

Olá Fátima!! hoje vi-a no programa da manha não imagina a minha alegria pois eu apaixonei-me pelo felting á volta de seis meses,não tinha com quem partilhar o entusiasmo pois por aqui ninguém conhece.
Já tenho feito varias experiências gosto muito,aprendi a ver no youtube mas é em alemão /russo e inglês lá me vou safando fiz bolsas, lenços em nunofelting, porta moedas e bonecos,a minha dificuldades é em adquirir material aqui em Santo Tirso não há. Se me poder ajudar...
desde já muitos parabéns pelo seu trabalho.
Inês Mirra ninamirra@gmail.com

Ines Mirra disse...

Olá Fátima!! hoje vi-a no programa da manha não imagina a minha alegria pois eu apaixonei-me pelo felting á volta de seis meses,não tinha com quem partilhar o entusiasmo pois por aqui ninguém conhece.
Já tenho feito varias experiências gosto muito,aprendi a ver no youtube mas é em alemão /russo e inglês lá me vou safando fiz bolsas, lenços em nunofelting, porta moedas e bonecos,a minha dificuldades é em adquirir material aqui em Santo Tirso não há. Se me poder ajudar...
desde já muitos parabéns pelo seu trabalho.
Inês Mirra ninamirra@gmail.com

Fatima de Haan disse...

Boa noite
Fico muito contente por descobrir novas feltmakers!
Desconhecia que houvesse gente a trabalhar cá em terras lusas.
Por ter sentido a ausência de informação em português escrevi o livro FAZdeLÃ. O livro ensina, passo a passo, como fazer e dá várias dicas e ideias.
Neste momento o livro ainda não está nas bancas mas pode ser adquirido através de mim.
O preço do livro são 15 euros acrescidos das custas de envio. Para o receber basta enviar-me a sua morada, através de email, conforme indicado no blogue!
Se pretender posso passar a enviar-lhe a newsletter semanal do blogue.
Sobre os materiais em Portugal pode encontrar em algumas lojas da Brancal começam a ter as mechas à venda, com algumas cores.
A Rosários 4 também está a iniciar esse processo.
Eu posso fornecer também alguma lã, caso pretenda.
Cordialmente e aguardando as suas notícias
Fátima de Haan